Produção de mapas para aprendizado das Geociências

O uso de mapas é útil, não apenas para identificar a localização geográfica, mas também auxilia no processo de compreensão de conceitos geológicos, como o funcionamento da Terra (estrutura, fatores e eventos relacionados), e reconhecimento de elementos da geodiversidade, como rochas, solos e minerais.

Exemplo de mapa produzido pelos estudantes.

Metodologia utilizada

Como atividade oriunda de pesquisa de Iniciação Científica realizada no Núcleo, o estudante Gustavo Scuracchio Rossi e equipe idealizaram proposta de confecção de um mapa de uma trilha pelos visitantes, preferencialmente estudantes do Ensino Fundamental I e II, no qual possam ser incluídos elementos relevantes observados durante o trajeto.

Com a utilização de papel, apoio e caneta, ou lápis, os visitantes podem percorrer a trilha, incluindo no papel o percurso que estão fazendo. Além de registrar alguns aspectos, como tipos de árvores, rochas e outros elementos visualizados, como por exemplo, a diferente coloração do solo evidenciada ao longo da trilha, que caracteriza a mudança na composição do mesmo devido à alteração das rochas da região. Os visitantes também podem utilizar o solo para pintar a trilha no papel, facilitando o contraste das cores.

Importância da atividade

A atividade prática, voltada ao público infantil, pode ser aplicada em todos os tipos de trilha, trabalhando conceitos, como a constituição mineralógica do solo, além da relação entre o solo e a rocha do local.

No final da trilha, podem-se relacionar os mapas produzidos e criar um debate sobre os elementos incluídos, momento que o monitor pode ainda conduzir os visitantes a uma análise mais profunda sobre os tópicos destacados.

0
Gostaríamos de saber sua opinião.x
()
x